Normalmente uma obra é divida em várias etapas. Saiba quais são essas etapas e como se organizar para acompanhar o seu próprio projeto.


Normalmente, um projeto de obra é sempre postergado ou temido pelo dono da propriedade em questão. Uma construção reforma ou qualquer alteração é sempre um desgaste, são sempre várias etapas, custos altos, muitas pessoas envolvidas, que tudo acaba saindo um pouco do controle. Além de envolver o profissional que assinou o projeto e o gestor, que pode ou não ser a mesma pessoa do planejamento, vários trabalhadores, muitas etapas práticas do processo de obra.

Desde materiais, orçamentos, planilhas, segurança do trabalho, licenciamento, enfim. As etapas da obra normalmente são separadas pelo tempo estimado que o projeto durará e pelas necessidades deste.

Primeira Etapa:

Serviços preliminares. Projeto de obra, orçamento, compra de materiais sondagem;

Segunda Etapa:

Estrutura. Construções de tapume, instalação provisória de energia de água e energia para os trabalhadores, no caso de construções do zero, escadas, lajes;

Terceira etapa:

Execução da obra que envolve desde forro, revestimento, esquadrias, piso, até aparelhos, vidro, pintura.


Enfim, dentro de cada uma dessas etapas vemos várias outras etapas que não são nada simples. O importante é conseguir acompanhar e entender mesmo que de forma simples o que está acontecendo em sua obra. Para isso é possível fazer a utilização de sistemas de gerenciamento de obras que permitem que junto do seu gestor você acompanhe, do seu jeito, passo a passo do que está sendo realizado no seu espaço.

O Obrafit é um sistema feito especialmente para gestores e proprietários que queiram de forma simples e intuitiva acompanhar de perto o que está sendo realizado em seus projetos. Com espaço para armazenar (em forma de planilha, fotos, orçamentos e informações) cada etapa do projeto.