O Ministério das Cidades, do Governo Federal, é responsável por diminuir as desigualdades sociais e proporcionar melhorias nos setores de moradia, saneamento e transporte. Neste artigo, saiba mais sobre o programa Cartão Reforma, que tem o objetivo de diminuir o déficit habitacional qualitativo e ajudar famílias de baixa renda.

Diferente do déficit habitacional quantitativo, que tem o propósito de criar novas unidades de moradia, o qualitativo permite a conclusão, reforma ou ampliação de empreendimentos populares. Estas mudanças influenciam diretamente na saúde e segurança dos moradores, que podem usar o cartão em lojas de construção de sua escolha. Basta que elas estejam credenciadas no portal do programa.

Com a compra de materiais é possível: reformar um banheiro, refazer a instalação elétrica, melhorar as instalações de esgoto, pintar os cômodos, implantar soluções para acessibilidade, concertar o piso e o telhado, entre outros.

Este benefício vai oferecer um subsídio e não um financiamento, ou seja, as famílias não terão que restituir este valor. Não há ainda um cronograma de lançamento, porém, as prefeituras e famílias interessadas (com renda bruta de até R$2.811,00) podem acompanhar a agenda de editais no site https://goo.gl/qB9JYT. As famílias que tiverem seus cadastros aprovados vão receber o cartão com um crédito de até R$ 5.000,00.

Obtenha mais informações no vídeo que separamos para você:

Cartão Reforma em números:

  • R$ 150 milhões serão disponibilizados no primeiro edital;
  • R$ 62 milhões serão injetados no varejo de materiais de construção;
  • Previsão de redução do déficit habitacional que atinge cerca de 8 milhões de domicílios no país;
  • A primeira etapa injetará R$ 62,1 milhões nas vendas do comércio varejista no Estado de São Paulo;
  • Na primeira etapa, a expectativa é que sejam disponibilizados 12.412 cartões;
  • O orçamento aproximado para o programa é de R$ 900 milhões;
  • Projeção de 337 novas vagas formais abertas no estado de São Paulo;
  • 1,93 mil municípios brasileiros estão aptos a participar do programa.

Fonte: portal obra 24 horas 

 

O primeiro edital já está encerrado, confira os resultados:

  • Municípios aptos: 1.923;
  • Municípios que cadastraram o ente: 1434;
  • Propostas apresentadas: 1149.

 

O programa é contínuo, entre em contato com a prefeitura do seu município para demonstrar interesse. Para fazer o cadastro são necessários os documentos: RG, NIS, comprovante do cadastro no CADÚNICO, documentação do imóvel, entre outros.

Veja o material explicativo:

É importante ressaltar que este programa vai movimentar a economia e gerar empregos. As prefeituras das cidades que quiserem participar devem acompanhar os editais e o cronograma para recebimento dos recursos. Cada cidade será responsável por determinar os locais mais críticos que devem ser cadastrados. Os proprietários de moradias com mais de 18 anos que estiverem neste raio, podem participar. É de responsabilidade de cada família a escolha de profissionais como mestre de obra, eletricista, pintor etc.

 

Como podemos te ajudar?

Para que o seu crédito possa ser melhor aproveitado, exija que o responsável pela gestão de obra utilize um sistema de gestão. Para controle de orçamento, cronograma entre outras facilidades. Conheça o Sistema Obrafit!

Acompanhe nas redes o lançamento deste novo sistema. Facebook: @obrafit e pelo site: www.obrafit.com.br. Entre em contato com o Obrafit: [email protected] Artigos relacionados: Sustentabilidade na construção civil